joomix

Formigas

O ambiente urbano é propício ao ciclo de vida de pragas como as Formigas. Nesse ambiente elas encontram comida, abrigo e tudo o que precisam para se reproduzir. Em pouco tempo umas poucas formigas, podem dar início a uma infestação. Para a eliminação e controle desses hóspedes indesejados, contamos com as mais avançadas técnicas e equipamentos. Nossa equipe é capaz de solucionar seus problemas de forma eficiente e sem causar danos ao seu patrimônio.

 Características:

- Tapinoma melanocephalum - Formiga fantasma

As operárias são todas do mesmo tamanho (monomórficas) e pequenas, variando de 1,3 a 1,5 mm de comprimento. Apresentam cabeça e tórax escuros com cintura e abdome claros. Formam trilhas perfeitas em busca de alimentos. É encontrada no solo, madeiras em decomposição, partes de árvores doentes, e principalmente dentro das casas. As colônias são provavelmente formadas pela migração de uma ou mais rainhas acompanhadas das operárias. Não realiza vôo nupcial. Em residências, nidifica atrás de azulejos, batentes de portas e rodapés, sendo esses ninhos pouco estruturados, mudam-se de lugar frequentemente.

- Camponotus spp - Formiga carpinteira

Sua coloração pode variar do amarelo ao preto e apresentam tamanhos variados (polimórficas). O tórax quando observado de perfil é arredondado. Algumas espécies expelem ácido fórmico, um líquido com odor característico. Nidificam em cavidades no solo ou em árvores e, dentro de residências, podem ser encontradas atrás de batentes de janelas e portas, rodapés, assoalhos, fendas em paredes, dentro de gavetas e forros de madeira. Porém não se alimentam da madeira. Podem infestar aparelhos elétricos. Algumas espécies têm hábitos noturnos. Preferem substâncias adocicadas, mas podem se alimentar de carne.

- Wasmannia auropunctata - Formiga do fogo

Operárias monomórficas, pequenas com 1,5 mm de comprimento. Sua coloração é marrom dourada e o ferrão é presente, mas raramente aparente. Geralmente nidifica no exterior das residências, em lugares desde muito secos até muito úmidos. As colônias contém muitos indivíduos e podem ter mais de uma rainha. Esta formiga ferroa dolorosamente e a dor pode durar várias horas. Em ambientes domésticos costuma infestar roupas, camas, berços e alimentos. Consome carnes e óleos.

- Linephithema humile - Formiga Argentina

Sua coloração varia entre marrom claro ou escuro. As operárias são monomórficas. A antena não é mais longa que o corpo e as pernas são proporcionais. Faz seus ninhos próximos às fontes de alimento e água, como pias, vasos de plantas encanamentos, etc. O fato de expulsar as outras espécies de formigas do território onde estabelece seus ninhos favorece a dispersão, dificultando o controle. Alimenta-se de substâncias açucaradas, carnes, insetos mortos, sucos de frutas, etc.

- Paratrechina longicornis - Formiga-louca 

Apresenta coloração marrom escura a preta e antenas bastante longas. Seu nome se dá ao hábito das operárias andarem rapidamente e em círculos. As colônias são pequenas com várias rainhas. Geralmente constroem seus ninhos fora das residências, no solo sob objetos, em material depositado no chão como madeira. Dentro das residências pode fazer os ninhos atrás de janelas e sobre forros de estuque. Alimenta-se de carnes, doces, frutas, verduras e até refrigerantes. É comum em hospitais e seu controle é muito difícil.

- Monomorium pharaonis - Formiga-do-faraó

São monomórficas, com cores variando de amarelo ao marrom claro, medindo de 1,2 a 2,0 mm de comprimento. Esta formiga tem sido largamente espalhada pelo mundo através do transporte acidental e se tornou uma espécie importante principalmente nos centros urbanos. Seus ninhos limitam-se a ambientes domésticos, sendo um risco potencial para a saúde pública, especialmente quando ocorrem em hospitais, pois são vetores mecânicos de patógenos. As colônias possuem muitos indivíduos, podendo conter várias rainhas. A fundação de novas colônias ocorre principalmente por fragmentação. É uma das espécies mais difíceis de ser controlada, pois é altamente dominante sobre outras espécies. Consomem alimentos variados, preferencialmente ricos em gorduras e substâncias doces.

- Solenopsis spp - Formigas lava-pés

São também chamadas de formigas de fogo. Sua coloração varia do marrou avermelhado ao preto brilhante. Apresenta tamanhos variados. Nidifica geralmente fora das residências e seus ninhos são facilmente identificados, pois apresentam um monte de terra solta que, se mexido, saem grande número de operárias que ferroam dolorosamente. Essas picadas causam bastante ardor, formando bolha no local atingido. Pode infestar aparelhos elétricos e cabines de eletricidade. No interior das residências, procura por migalhas de alimentos e é atraída por substâncias oleosas.

 - Pheidole megacephala - Formiga cabeçuda

As operárias apresentam dois tamanhos, sendo que as maiores são os soldados, encarregados da proteção da colônia. Sua coloração varia entre vermelho-amarelado e marrom-avermelhado. Nidificam geralmente fora das residências e, são as primeiras a aparecerem em casas recém-construídas. Dentro de residências, geralmente aparecem nos rodapés. Seus ninhos podem ser localizados facilmente seguindo as trilhas das operárias. Alimentam-se de produtos ricos em proteínas e sucos de frutas.

- Crematogaster spp - Formigas acrobáticas

Podem apresentar coloração amarela. Marrom clara e marrom escura. São facilmente reconhecidas pelo seu abdome em formato de coração e tórax que ostenta um par de espinhos. Quando ameaçadas, levantarem seu abdome por cima do tórax em um ângulo quase reto, uma verdadeira acrobacia. Nidificam em ocos de árvores, montes de madeira, folhas de árvores no chão e no solo e, quando no interior de residências, em estruturas de madeira e cavidades em paredes de alvenaria.

- Atta cephalotes - Formigas Cortadeiras

As formigas cortadeiras recebem esse nome, pois cortam as folhas das plantas que servem de substrato para o cultivo de fungos, que são sua fonte de alimento. São causadoras de danos à agricultura, sendo que a importância do seu estudo deve-se aos prejuízos causados às plantações, à vasta distribuição e ao controle difícil e oneroso. Em áreas urbanas porém, podem ocasionar danos em jardins residenciais e eventualmente invadir as casas.

- Acromyrmex spp - Formigas quenquéns

Diferenciam-se das saúvas por possuírem 4 pares de espinhos no tórax. As operárias também apresentam tamanhos e cores variados. Neste gênero de cortadeiras, os machos não recebem nomes comuns e as fêmeas aladas são chamadas de rainhas. Os ninhos não são visualizados com facilidade, podendo ser cobertos por palha, terra e fragmentos de vegetais, alguns podem ter montes de terra solta, porém são bem menores que os das saúvas. A reprodução se dá por meio de revoadas.

 Medidas Preventivas:

  • Deixar os locais limpos de restos de alimentos, especialmente doces; Vedar muito bem potes de alimentos;

  • Colocar açúcar em pote hermeticamente fechado;

  • Quando houver formigas, seguir a trilha e tampar o orifício por onde elas entram e saem, com massa, principalmente na junção de azulejos, batentes e quaisquer frestas;

  • Recolher restos de alimentos e qualquer outro tipo de lixo em recipientes adequados;

  • Vedar frestas de pisos, azulejos, portais e de outros locais que ofereçam condições de abrigo para as formigas;

  • Não acumular madeira em locais úmidos;

  • Observar a presença de formigas ou formigueiros em vasos de plantas e jardineiras;

  • Excluir a prática de fazer pequenos lanches na mesa de trabalho, protegendo os teclados dos computadores das migalhas de pão, biscoitos, etc.., para evitar o aparecimento de formigas;