joomix

Pulgas

Pulga é o nome comum dos insetos sem asas da ordem Siphonaptera.

As pulgas são parasitas externos que se alimentam do sangue de mamíferos e aves. Estes animais podem transmitir doenças graves como o tifo e a peste bubónica.

Elas afetam normalmente animais de estimação, como o gato, o cachorro, entre outros. Elas dependem do hospedeiro para se alimentarem e se protegerem, permanecendo toda a sua vida nestes e em outros animais.

Além de provocarem incômodo pelas picadas, transmitem vermes, parasitas sangüíneos e podem induzir a processos alérgicos, diminuindo a qualidade de vida dos animais.

Uma pulga é capaz de pular a um metro de distância, o equivalente, em proporção de tamanho, a um humano saltar o comprimento de um campo de futebol.

 Características:

São insetos de pequeno porte medindo em média de 1 a 3 milímetros, com corpos perfeitamente adaptados a transitar entre os pêlos da pele de seus hospedeiros de onde sugam sangue. Quando alimentadas as espécies com maior longevidade chegam a viver mais de 500 dias. Como as borboletas, seu ciclo de vida passa pelo ovo, a crisálida (pupa) e adulto.

Ovos – Os ovos são postos no ambiente por onde o hospedeiro transita dentro ou fora do habitat humano. Passados de 2 a 16 dias da postura que pode chegar a 500 ovos, as larvas eclodem no ambiente.

Larvas – As larvas levam de 12 a 30 dias em média para se transformar em crisálidas. Durante este período, alimentam-se principalmente de sangue seco, existente nas fezes das pulgas adultas.

Crisálidas – Estas formas também chamadas de pupas são formadas de fios tecidos pelas larvas nos últimos estágios e podem permanecer no ambiente de alguns dias até vários meses (mesmo em condições adversas) quando eclodem os adultos.

Pulgas Adultas – Imediatamente após a eclosão busca seu hospedeiro principal ou eventual para a primeira alimentação sanguínea. 

Assim sendo, as pulgas de maior importância econômico-sanitária podem assim ser relacionadas: Pulex irritans (pulga do homem), Xenopsylla cheopis (pulga do rato), Ctenocephalides canis (pulga do cachorro) e Ctenocephalides felis (pulga do gato).

 Medidas Preventivas:

  • Retirar o acúmulo de poeira e detritos em frestas de assoalho, aspirar carpetes e tapetes;
  • Manter o assoalho e as junções do rodapé, vedados e encerados;
  • Adotar medidas de prevenção e controle de roedores, para evitar instalação de pulgas provenientes dos mesmos;
  • Podar a grama e fazer a limpeza periódica de quintais e jardins para evitar ambientes úmidos e adequados para o desenvolvimento das larvas;
  • Cuidar da higiene dos cães, gatos e outros animais domésticos, bem como da higienização de seus abrigos semanalmente.